O Médico

Simers homenageia profissionais que fizeram a história da Medicina no Estado

Um clima de emoção marcou a entrega das placas alusivas aos 90 anos do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) aos profissionais que fizeram a história da Medicina no Estado, cerimônia ocorrida na noite de quarta-feira, 21, no auditório da entidade, em Porto Alegre. Este evento foi o primeiro deste ciclo. Em breve serão realizadas outras cerimônias na Capital e no interior, homenageando outros profissionais que ocupam posição de destaque na Medicina do Rio Grande do Sul.

“Presentes nesta cerimônia temos os profissionais que mudaram o mundo. Não mudaram o mundo com discursos, com força ou à força. Mudaram o mundo quando estudaram, trabalharam e produziram muito. E, principalmente, olharam para o próximo de uma maneira que muitos hoje não sabem olhar”, observou o presidente do Simers, Marcelo Matias durante sua manifestação. Ele acrescentou que os médicos que receberam a homenagem são responsáveis pela formação de uma geração de colegas.  

Simers homenageia profissionais que fizeram a história da Medicina no Estado 2

“Vocês são símbolos, ícones da nossa Medicina. Em nome do Sindicato e de todos os médicos gaúchos eu agradeço muito pelo que vocês fizeram. Muito obrigado”

Presidente do Simers, Marcelo Matias

O vice-presidente da entidade médica, Marcos Rovinski, resgatou a história da entidade e lembrou da defesa e valorização do trabalho de milhares de profissionais associados. “Neste cenário temos médicos que fizeram e fazem a história da Medicina no Estado, no país e do Sindicato. Decidimos homenagear quem nos homenageia tanto com o seu trabalho. Aqui temos os pesos pesados da Medicina”, afirmou.

O grupo de médicos homenageados: José de Jesus Peixoto Camargo, Fernando Antonio Lucchese, Antonio Nocchi Kalil, Germano Mostardeiro Bonow, Plínio Baú, Paulo Roberto Goldenfum, Newton Luiz Terra, Carlos Roberto Schwartsmann e Gilberto Schwartsmann.

Placas In memoriam para os médicos: Valderês Antonietta Robinson Achutti e Pedro Gus. Receberão as placas Jairo Gus (filho de Pedro Gus) e Aloyzio Cechella Achutti (marido de Valderês Antonietta Robinson Achutti).

Em nome dos homenageados, Fernando Lucchese destacou que acabara de receber “a maior homenagem de sua carreira de médico, porque veio dos seus pares e do Simers, ao qual está sindicalizado há mais de 45 anos”. Ao final enfatizou que temos no Rio Grande do Sul a melhor Medicina do Brasil. Podemos não ter os melhores hospitais, clínicas ou o atendimento em massa, mas temos os melhores médicos do país.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Agora você está offline

%d blogueiros gostam disto: