Câncer de mama também atinge homens cis e pessoas trans

Pela grande disparidade entre as taxas de incidência de câncer de mama feminino e masculino, o Outubro Rosa passou a ser lembrado apenas como o mês da saúde da mulher.

Câncer de mama também atinge homens cis e pessoas trans 1

Mas alguns homens apresentam uma condição chamada de ginecomastia, que se caracteriza pela presença de glândulas mamárias. Estes correm o risco de desenvolver este tipo de neoplasia. Embora o índice seja muito baixo – apenas 1% do total desses diagnósticos, segundo o Inca – , esta fatia da população  acaba esquecida nas campanhas de prevenção.

De acordo com a mastologista Talita Cerutti , este problema pode ser decorrente de uma desregulagem hormonal masculina, ocasionada  por uma outra patologia endócrina.

“A causa também pode ser a desproporção de produção de hormônios femininos e masculinos que ocorre depois da andropausa em homens com mais de 60 anos ou idiopatica em qualquer idade”.

mastologista Talita Cerutti

Com a exposição das novas identidades de gênero, pessoas transexuais ou transgêneros também estão no grupo de risco.

Nos homens trans, a mastectomia subcutânea (que garante aspecto masculino ao tórax) reduz, mas não anula a possibilidade de se desenvolver a doença. Nesses casos, há pequena quantidade de tecido residual capaz de ser atingida pelo carcinoma.

Já nas mulheres trans que receberam terapia hormonal, aponta estudo publicado no The Journal of Sexual Medicine, as incidências de carcinoma de mama são comparáveis aos cânceres masculinos no órgão.

Para estes, os médicos indicam  autoexame periódico, bem como atenção a sintomas como surgimento de nódulos ou secreção.

Números do Inca

O Inca estima para 2019 aproximadamente 600 novos casos de homens com câncer de mama no país. Em 2016, foram registrados 185 óbitos por esta causa na população masculina brasileira.

Alguns dos fatores de risco para o câncer de mama em homens são:

  • Genes e história familiar
  • Ter mutações nos genes BRCA1 ou BRCA2
  • Ter parentes de primeiro ou segundo grau que tiveram câncer de mama
  • Condições que podem aumentar o nível de estrogênio no corpo: como obesidade, alcoolismo, síndrome de Klinefelter e doença hepática.

Tratamento do câncer de mama em homens

Por ser raro, o câncer de mama em homens é menos estudado e normalmente abordado segundo as condutas preconizadas para as mulheres. Mas a cirurgia mais comumente adotada é a mastectomia, com esvaziamento axilar ou biópsia do linfonodo sentinela. Indicações para radioterapia, por estádio, são semelhantes ao câncer de mama feminino.

Em nível internacional, esforços vêm sendo feitos para compreender melhor as características do câncer de mama em homens e poderão resultar em especificidades no tratamento.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Agora você está offline

%d blogueiros gostam disto: